HISTÓRIAS DE ALPENDRE

O Cavalo e o seu Tratador



Era uma vez no tempo em que os animais falavam...

Um zeloso e aparentemente dedicado empregado de uma cocheira de uma distinta fazenda, costumava passar horas, e às vezes dias inteiros, limpando e escovando o pelo de um cavalo que estava sob seus cuidados.

Agindo assim, passava para todos e ao fazendeiro a impressão de que era gentil para com o animal e que se preocupava com o seu bem estar.

Entretanto, ao mesmo tempo que o acariciava diante de todos, sem que ninguém suspeitasse, roubava a maior parte dos grãos de aveia destinados à alimentar o pobre animal, e às escondidas, vendia aquela ração com a intenção de obter lucro fácil.

Então, certo dia, quando o fazendeiro estava mostrando seu belo cavalo para convidados e elogiando seu tratador dedicado enquanto o mesmo escova o pelo do cavalo.

O cavalo se volta para todos e diz:

"Acho apenas que se o meu tratador de fato desejasse me ver em boas condições, me acariciava menos e me alimentava mais..."

O tratador perdeu seu emprego e a confiança adquirida de anos em um instante.

Moral da História
(1) As virtudes declaradas publicamente não passam de vitrines bem produzidas cujo propósito é apenas acobertar as verdadeiras intenções dos hipócritas...
(2) Desconfie sempre de toda vantagem que bate à sua porta travestida de boa intenção...
(3) Na ânsia de lucro fácil, se perde algo muito mais importante, a confiança.

Fonte: Esopo, versão por OpenBrasil.org
Foto: A/D - Arquivo OpenBrasil.org

Histórias de Alpendre - OpenBrasil.org

Postagens mais visitadas