HISTÓRIAS DE ALPENDRE

O Morcego e os Gatos



Era uma vez no tempo em que os animais falavam...

Um jovem e desajeitado Morcego voando em noite de lua cheia do sertão caiu acidentalmente na casa de um gato, que com um bote certeiro o capturou.

Atemorizado, o Morcego pediu ao gato que lhe poupasse a vida, embora o gato não quisesse lhe dar ouvidos.

- Você é um rato, pois tem que morrer, aqui eu só não posso matar pássaro, ordem do meu dono. Disse o gato.

- Eu sou, por natureza, inimigo dos ratos, cada rato que pego e mato, essa é a lei... exclamou o morcego.

- Sei não, você não é um rato mesmo?

- Mas, senhor gato veja bem, eu definitivamente, não sou um rato... Veja minhas asas, você já viu um rato que é capaz de voar? Claro que sou apenas um tipo de pássaro, de uma variedade, podemos afirmar, um tanto quanto exótica. Por favor me deixe ir embora...Tentou se explicar o infeliz Morcego.

O gato, olhando melhor para sua vítima, concordou que ele não era um rato, talvez no máximo um pássaro muito feio, e o deixou ir embora.

Mas, alguns dias depois, o mesmo atrapalhado Morcego, cegamente, voltou a cair, dentro de outra casa. Ocorre que esse gato era inimigo declarado de todos os pássaros, e logo que o tinha em suas garras, preparou-se para abocanhá-lo.

- Você é um pássaro. Indagou o gato estranhando tal criatura.

- O que?

- Pássaro aqui tem que morrer, só não posso matar rato, ordem da minha dona, pois ela acha os ratos muito nojentos. Disse o gato.

- Eu, um pássaro?. Exclamou o Morcego.

- Isso é quase um insulto senhor gato, todos os pássaros possuem penas, cadê minhas penas, você é capaz de vê-las? Claro que não sou nada além de um simples Rato, claro evoluído, com asas e tal. Tenho até um lema que é: Abaixo todos Gatos!

E assim, o gato largou ele imediatamente o Morcego teve sua vida poupada pela segunda vez.

Moral da História
(1) A flexibilidade, adaptabilidade é a maior virtude dos sábios...
(2) Nem todo dia é dia santo, nem todo dia é dia de sorte...
(3) Você precisa saber onde pisa para não acabar em pedaços...

Acesse também
CONTOS INFANTIS

Fonte: Esopo, versão OpenBrasil.org
Foto: A/D - Arquivo OpenBrasil.org

Histórias de Alpendre - OpenBrasil.org

Postagens mais visitadas