HISTÓRIAS DE ALPENDRE

11 regras para se tirar uma botija


Origem das botijas

Na verdade, o hábito de esconder botijas é produto de períodos conturbados da história.

Quanto ao encontro de ouro, prata e joias, não parece impossível que ocorram conforme a crendice popular, por um motivo muito simples. Nos tempos remotos, não existiam, como hoje, os estabelecimentos bancários e os homens de dinheiro, tanto do alto comércio como os fazendeiros e criadores mais ricos, com receio de forças invasoras que travavam lutas ou guerras no Brasil, e de bandoleiros em grupos que roubavam por onde passavam, faziam a ideia de enterrar suas riquezas convertidas em ouro e prata, metais nobres e resistentes à corrosão e oxidação, dentro de casa ou nas matas, era uma forma segura de guardar seu tesouro.

Sucedendo morrer de repente de causa natural, de acidente, ou ainda por um atentado criminoso, partiam desta vida, levando consigo o segredo que a traição da morte não lhe permitirá revelar à sua família.

Mensagens do além

Com o espírito perturbado pelo seu egoísmo e ganância aqui na terra, para não continuar com a alma penada aprisionada aos domínios do demônio, aparece em sonho, ou mesmo si materializado, a alguém, um escolhido, implorando que arrancasse para si o tesouro, que, em vida, havia enterrado, indicando-lhe o local exato.

Como tirar uma botija
11 regras para se tirar uma botija.
Para desenterrar uma botija é preciso obedecer a certas regras:

1) Não conte a ninguém
Não fale com ninguém a respeito do sonho ou aparição da alma lhe dando a botija. Se contar a outra pessoa, o tesouro some.

2) Não peça para outra pessoa tirar a botija no seu lugar
Se outra pessoa for pegar a botija sonhada por alguém, não encontra nada, quando muito encontra algo sem valor, como uma botija cheia de carvão ou folhas secas no lugar do tão cobiçado tesouro.

3) Para levar outra pessoa, tem que pedir
Se você quiser levar alguém ou dar a botija para outra pessoa, tem que pedir a alma primeiro.

a) Geralmente, a alma se materializa na sua frente falando da referida botija, neste momento peça para levar outra pessoa, diga quem é o seu escolhido, só ela pode autorizar.

b) Se for num sonho, reze um "Pai-Nosso e Ave-Maria" para alma que lhe ofereceu a botija depois do primeiro sonho, no segundo sonho, ela lhe dirá se pode levar o seu escolhido.

Casos raros:
Há casos de pessoas que conseguiram tirar a botija por indicação de outra pessoa, ou até mesmo, levou consigo para tirar o tesouro sem pedir a alma. A explicação é que a alma, cedeu a vez ou deu o concedimento mesmo sem um pedido, sabendo que geralmente é "alguém conhecido" do escolhido da alma. Mas vale a pena lembrar que também tiveram casos que deram errados, e no lugar do tesouro, acharam algo sem valor ou simplesmente não acharam nada. Calcule o risco.

Exemplos: Cônjuge, pai, mãe, irmão ou melhor amigo(a). Nesses casos, a alma penada quase sempre permitirá.


4) Inicie sua missão sempre a meia-noite
O resgate deve ser iniciado sempre à "meia-noite", nunca de dia ou tarde.

5) Oração para proteção
Ao iniciar a caminhada até a botija faça o "Sinal da Cruz", e durante toda caminhada reze o "Pai-Nosso e Ave-Maria" em silêncio, até o local exato da botija, continue rezando durante a escavação, lhe dará proteção.

6) Vela benta
No local, acenda uma vela "benta" para alma penada. Ela precisa de luz na sua caminhada, também lhe dará proteção.

7) Desenhe a "Estrela de Davi"
E é preciso traçar (desenhar) uma "Estrela de Davi" (Também conhecido como "Escudo Supremo de Davi" ou ainda "Selo de Salomão"), é uma estrela de cinco pontas, no local indicado pela alma (local da botija), antes de começar a cavar.

(Estrela de Davi ou Selo de Salomão). Se for na areia, desenhar com uma pedra ou pedaço de pau. Se for em uma parede, desenhar com giz, gesso, caco de telha ou tijolo, não utilize tintas sintéticas.

É fácil desenhar, é um símbolo em forma de estrela formada por dois triângulos sobrepostos, é apenas um triângulo com a ponta para cima, outro triângulo com ponta para baixo.

8) A ganância coloca tudo a perder
Nunca olhar para os lados, nem para trás, isso é sinal de cobiça (ganância), e o tesouro desaparece ou vira algo sem valor, concentre-se na missão, libertar a alma do domínio do mal.

A alma está presa, penada por conta da sua ganância, ambição, cobiça, avareza, mesquinhez em vida, o bom feitor tem que ter em mente a salvação desta alma e não o tesouro.

Não seja levado pelo desejo de ganância, de obter riquezas, quanto maior a sua ganância, maior será o nível do terror nas visões macabras. Podendo chegar ao um ponto insuportável. E sair de mãos vazias.

9) Muita coragem
É preciso ter muita coragem, para resistir as "Visões Macabras" - Normalmente o escolhido para tirar a botija, tem visões aterrorizantes para impedir a escavação.

A explicação das visões é simples: O diabo ficará furioso pela possibilidade da alma poder sair dos seus domínios e se salvar, se libertar pela boa ação do desenterramento da botija. Por isso, ele vai mandar visões com intuito do escolhido desistir da empreitada macabra.

SAIBA MAIS, ACESSE:
› BOTIJA - VISÕES MACABRAS

10) Nunca desista depois que começar
Nunca desista depois de começar a desenterrar uma botija, sob pena de cair na "Maldição dos Covardes" e terminar a vida em estado deplorável de pobreza.

11) Primeiramente, fé e agradecimento
Retirada a botija, primeira coisa a se fazer é mandar rezar uma missa para alma que lhe escolheu.

Grande parte do tesouro vai para o herói que afrontando os perigos do além, desenterra o tesouro, libertando a alma penada para continuar sua viagem, sua evolução, e uma pequena parte vai para rezar uma missa a alma libertada.

Há vários relatos de pessoas que tiraram uma botija e não mandaram rezar uma missa para a alma, da mesma maneira rápida da qual ficaram ricos, repentinamente perderam tudo, e até ficaram mais pobre que antes, castigo pelo grande sentimento de ganância que o escolhido cultiva em vida, após a riqueza fácil.

Muito importante saber
11 Perguntas sobre botijas

1) Fui o escolhido para tirar uma botija, e agora?

Cavar é fácil, adquirir riqueza rápida nos dar coragem, difícil é aguentar as “Visões Assustadoras”, é preciso muita coragem e fé para resistir, só para relembrar (Só para quem não leu):

Visões assustadoras ao tentar tirar uma botija:

• Fogo queimando o corpo (visão).

• Fogo corredor (espécie de fogo que corre as matas sem queima-las).

• Cobras (de todos os tamanhos se enroscando nas suas penas).

• Sombras e vultos com olhos brancos.

• Uivos aterrorizantes.

• Gritos lamuriosos (almas penadas).

• Almas e demônios (é comum para impedir a escavação).

• Espíritos penados arrastando correntes.

• Comum aparecer, aranhas e morcegos.

• A velha da capa púrpura (roxo escuro), ela é a personificação dos seus maiores pesadelos, de seus maiores medos.

• Um ser com cabeça de Bode, e corpo humanoide. Quando se apresenta, tem aparência de um enorme bode preto, tem olhos vermelhos feito brasa incandescentes, chifres enormes, pelas suas narinas são expelidas um vapor com cheiro forte de enxofre, quando expelidas o som é semelhante ao de uma trombeta, ao bater o casco esquerdo três vezes no chão, ele sofre uma especie de "metamorfose", o ser se transforma em uma criatura com cabeça de Bode, e corpo humanoide.

A lenda diz que, ao bater o casco esquerdo no chão, de tanta força, se ouve um terrível estrondo, além de sair faíscas, a partir daí ele sofre uma transformação. Ele é o mal, muitos dizem que é o próprio satã. Em inúmeros relatos, esse ser, sempre é o último e mais terrível de todos.

Você tem que se perguntar, tenho fé e coragem suficiente para essa missão?

2) Porque as “Visões Macabras” para uns são mais pesadas do que para outros?

A chave de tudo está na ganância, ora, se a alma está presa, penada por conta da sua ganância, ambição, cobiça, avareza, mesquinhez em vida, o bom feitor tem que ter em mente a salvação desta alma e não o tesouro.

Não seja levado pelo desejo de ganância, de obter riquezas, quanto maior a sua ganância, maior será o nível do terror na macabra empreitada (Visões Macabras). Podendo chegar ao um ponto insuportável. E sair de mãos vazias.

3) Por que não se deve desistir depois de começar a desenterrar uma botija?

Nunca desista depois de começar a desenterrar uma botija, sob pena de cair na "Maldição dos Covardes" e terminar a vida em estado deplorável de pobreza. Demostrar covardia diante das tentações do diabo.

Passagem bíblica: Não tenha medo, tenha fé. (Marcos 5:36)

4) Não consegui suportar as “Visões Macabras”, vou cair na “Maldição dos Covardes”?

A uma maneira de escapar desta maldição, em dois passos:

• Primeiro passo: Mandar rezar uma missa para alma penada que lhe escolheu.

• Segundo passo: Fazer o Sinal da Cruz todos os dias.

Mas você sabe fazer o “sinal da Cruz” corretamente? Então acesse:
› SINAL DA CRUZ - ORAÇÕES

Agora, somente fugir, não adianta se esconder, a "Maldição dos Covardes” ficou em você.

5) Mesmo fazendo as 11 regras para se tirar uma botija, pode dá algo errado?

Fazer tudo certinho, venhamos e convenhamos, é muito difícil. Mas se conseguir, a chance de dá algo errado é quase nula.

6) Tirei a botija, e agora?

Antes de gastar um mísero centavo, deve-se mandar rezar uma missa pelo defunto, é muito importante.

A grande parte do tesouro vai para o herói que, afrontando os perigos do além, desenterra o tesouro, libertando a alma penada para continuar sua viagem, sua evolução, uma pequena parte vai para rezar uma missa a alma libertada.

Há vários relatos de pessoas que tiram a botija e não mandaram rezar uma missa, para a alma que lhe escolheu e cedeu seu tesouro que levou uma vida para ser guardada, isso é sinal de ganância.

Da maneira rápida da qual ficaram ricos, mais rapidamente perderam tudo, e até ficaram mais pobre que antes.

7) Nos dias atuais ainda existe botijas?

Mas quem pode afirmar quantas botijas ainda está a esperar o seu escolhido. Um corajoso aventureiro, enfrenta as forças do além, fica rico da noite para o dia e finalmente libertando o espírito penado dos domínios do mal.

8) A pessoa não viu nenhuma alma, não sonhou com nenhuma alma, mesmo assim achou uma botija, como pode?

O anjo da guarda guiou a pessoa até a botija (São orientações intuitivas que você recebe do seu anjo sem perceber, é como se alguém disse algo dentro da sua cabeça para agir de tal forma). Nem todo mundo tem a sensibilidade de ver ou sonhar com uma alma, mas todos têm um anjo da guarda.

9) O escolhido falhou na missão de tirar a botija, e agora, o que acontece com a alma?

No caso de fracasso, a alma continuará penada, presa, ou seja, sofrendo nos domínios do príncipe das trevas.

A) O escolhido, não teve coragem e não aceitou a missão, a alma vai escolher outra pessoa.

B) O escolhido, não teve coragem, mas não pediu a alma para ceder a vez, a alma vai escolher outra pessoa.

C) O escolhido aceitou a missão, mas não suportou as visões macabras, e fugiu, diz a lenda que: A alma só poderá escolher outra pessoa após 13 anos, e 13 dias do último fracasso.

D) O escolhido aceitou a missão, mas não seguiu 11 regras para se tirar uma botija, e por algum motivo, ao invés do ouro, prata e joias, achou carvão velho e folhas secas, diz a lenda que: (Regra dos 13 anos e 13 dias).

Outro detalhe curioso é: Após os 13 anos e 13 dias corridos, o tesouro estará lá do mesmo jeito de quando foi enterrado. Sinistro.

E) O escolhido não teve coragem, falou para outra pessoa (tirando ou não): O tesouro some. (Regra dos 13 anos e 13 dias).

Casos raros:
Há casos de pessoas que conseguiram tirar a botija por indicação de outra pessoa, ou até mesmo, levou consigo para tirar o tesouro sem pedir a alma. A explicação é que a alma, cedeu a vez ou deu o concedimento mesmo sem um pedido, sabendo que geralmente é "alguém conhecido" do escolhido da alma. Mas vale a pena lembrar que também tiveram casos que deram errados, e no lugar do tesouro, acharam algo sem valor ou simplesmente não acharam nada. Calcule o risco.

Exemplos: Cônjuge, pai, mãe, irmão ou melhor amigo(a). Nesses casos, a alma penada quase sempre permitirá.


10) Tirei a botija, posso dizer para todos meus amigos e familiares?

No campo espiritual e forças do além, não existe nada que abomine essa prática. Há casos de pessoas que postam nas redes sociais, grupos de aplicativos de mensagens e até aparecem em reportagens de televisão, blogs e sites.

Mas pense bem, qual o benefício pessoal de alimentar a ganância e inveja de terceiros, ainda mais em tempos que a violência reina.

Lembre-se: A chave de todo mal, está na ganância.

11) O que a lei brasileira fala sobre o tesouro encontrado em uma botija?

Leia com atenção: Achar um tesouro, segundo o código civil brasileiro é uma forma de adquirir a propriedade desse bem, que é considerado um bem móvel.

Para ser possível que o descobridor seja dono do tesouro são necessários quatro requisitos:

• 1 - O tesouro ser antigo,
• 2 - Estar escondido,
• 3 - O dono ser desconhecido,
• 4 - E o descobridor ter encontrado sem querer.

A lei determina que tesouro encontrado seja dividido em partes iguais com o dono do terreno. Se o descobridor sabia que estava procurando em terreno dos outros sem a devida autorização, não terá direito a nada. O proprietário do terreno também fica com tudo no caso de ter contratado alguém para procurar ou se for o próprio descobridor.

Detalhe importante sobre as botijas é:

Por lei, todo objeto (moedas, joias e etc...) Encontrado da época do império pertence à União, ou seja, Governo Federal.

Considerando que a grande maioria das botijas, são justamente da época do império brasileiro, todo o tesouro pertence à União (Governo Federal).

A legislação estabelece que a posse e salvaguarda dos bens, constituem direito iminente do Estado.

ACESSE TAMBÉM
› HISTÓRIA DE BOTIJA - TESOURO MACABRO

Fonte: Redação OpenBrasil.org
Foto: OpenBrasil.org

Histórias de Alpendre - OpenBrasil.org

Postagens mais visitadas

Uma Carta Para Você